Login:             Não possui cadastro? Clique aqui
Home | Apresentação | Quem sou | Meu trabalho | Livros | Crônicas & Poesias
Auto-cura | Cadastre-se | Atividades e Palestras | Imprensa | Contato | Links
English Version

Assine minha e-news e descubra, sem nenhum custo, como atrair a prosperidade que sonha.
clique para comprar
clique para comprar
Siga-nos no Facebook!Siga-nos no Twitter!
< Voltar à listagem dos posts
02/06/2013 10:58:10
12 de Junho – Dia dos Namorados, do Comércio ou do Amor?
Tag: Texto

Curiosamente, no Brasil comemoramos o Dia dos Namorados ou Dia de São Valentim no dia 12 de junho, enquanto países como o Canadá, EUA, Itália e Japão comemoram no dia 14 de fevereiro. Surpreso? Saiba a origem e o porquê das diferentes datas comemorativas e decida se a festa fará parte da sua agenda ou coração. Ah, e se você ainda não encontrou a sua alma gêmea, livre-se da pressão de ter alguém para celebrar o dia e descubra que há muitas maneiras de curtir a festa!

Conta a história que Valentim foi um padre do século III, preso ao desobedecer as ordens do Imperador Claudius II. O líder Romano decidira banir o casamento de homens jovens, pois, segundo ele, sem esposas e filhos os rapazes desempenhavam melhor as obrigações de soldados. No entanto, Valentim continuou realizando os casamentos às escondidas e, ao ser descoberto, foi sentenciado à morte. Antes de morrer ele se apaixonou pela filha cega de um guarda da prisão e curou-a. No dia da execução, 14 de fevereiro, enviou um bilhete à moça e assinou: “De seu Valentim” ou “From your Valentine”. A expressão foi incorporada ao comércio e é usada até hoje!

Inspirado na data comemorativa de São Valentim, o publicitário João Dória, diretor da agência de Propaganda Standard em São Paulo, criou, no fim da década de 40, uma campanha para melhorar as vendas do comércio no mês de junho, considerado fraco, à pedido da extinta loja Clipper. O slogan era: “Não é só de beijos que vive o amor”. A propaganda deu tão certo e as vendas cresceram tanto que a Agência Standard ganhou o prêmio de agência publicitária daquele ano. A campanha, lançada no dia 12 de junho, contou o apoio da Confederação do Comércio de São Paulo e mais tarde a data foi adotada em todo Brasil.

Assim nasceu a terceira data mais lucrativa para o comércio - O Dia dos Namorados - perdendo em vendas somente para o Natal e Dia das Mães. No entanto, alguns países expandiram o significado desta data e celebram, também, a amizade e o amor incondicional. Por exemplo, no Canadá e EUA é muito comum haver troca de presentes entre amigos. Nas escolas primárias as crianças também trocam cartões e algumas famílias presenteiam os filhos.

Muito embora o apelo comercial do dia seja grande, a idéia de comemorarmos o amor de várias formas pode ser um marco respeitável para sociedades futuras. Portanto, no dia 12 de junho se você estiver por aí disposto a exercitar o sentimento do amor, imprescindível a todos nós, veja a seguir dicas do que fazer:

1- Terapia do amor para quem está só: Sim, é isso mesmo! Que tal juntar um grupo de amigas ou amigos e ir “shopping”? Você não precisa, necessariamente, gastar muito dinheiro se este não for um bom momento. Mas, se decidir investir, aproveite e escolha aquele brinde que anda querendo há muito tempo e presenteie você! Se é para amar alguém, que tal começar consigo mesma/o?
2- Terapia do amor ao próximo: Aproveite o Dia dos namorados para fazer aquela visitinha à vovó ou vovô que moram sozinhos ou numa casa de saúde. Você não estaria aqui se não fosse pelo amor deles! Não será preciso gastar com presentes, a sua simples presença e conversa serão a pauta do dia durante muito tempo. Principalmente se você lembrar e levar um cartão postal e/ou foto da sua última viagem.
3- Terapia do amor ao irmão/irmã: Você tem uma irmã ou irmão casados com filhos pequenos? Ótimo! Pense como poderá ser divertido ficar com os sobrinhos no Dia dos Namorados enquanto o casalzinho escapa e tem a chance de estar só mais uma vez. Eles serão eternamente gratos pela forcinha!
4- Terapia do amor à forma: Pois é, ame o seu corpo e dê uma chegadinha na academia no final do dia. Sim, falo sério! Se você não for, jamais saberá se aquele possível paquera estava lá: sozinho!
5- Terapia do amor ao cinema: Não!!!! Não invente de ir ao cinema nesse dia! Grandes chances de estar lotado de casaizinhos, e você não vai querer estar lá, no meio deles! Reúna seus amigos solteiros e vá ao boliche. Divirta-se e fique longe dos restaurantes, barzinhos e escurinhos, a menos que você esteja acompanhado! Aí, dê asas a sua imaginação, desejos e, “Bom Dia dos Namorados!”

Por Rosanne Martins

Rosanne Martins é bióloga, química, palestrante e autora do Livro “Por Que Sonhar Se Não Para Realizar”. Agende a sua sessão de coaching ou palestra enviando um e-mail para: contato@rosannemartins.com.br.





Rosanne Martins
www.rosannemartins.com.br
Video Graphos Home | Apresentação | Quem sou | Meu trabalho | Livros | Crônicas & Poesias
Auto-cura | Cadastre-se | Atividades e Palestras | Imprensa | Contato | Links

English version
© 2018 Rosanne Martins - Direitos Reservados