Login:             Não possui cadastro? Clique aqui
Home | Apresentação | Quem sou | Meu trabalho | Livros | Crônicas & Poesias
Auto-cura | Cadastre-se | Atividades e Palestras | Imprensa | Contato | Links
English Version

Assine minha e-news e descubra, sem nenhum custo, como atrair a prosperidade que sonha.
clique para comprar
clique para comprar
Siga-nos no Facebook!Siga-nos no Twitter!
< Voltar à listagem dos posts
31/08/2011 14:03:22
Recuperação
Tag: Texto

Estudar nem sempre é a atividade mais prazerosa do mundo. Ter que aprender química quando adoramos geografia ou estudar para a prova de física quando somos apaixonados por interpretar os poemas de João Cabral de Melo Neto, pode se transformar em verdadeira tortura.

No entanto, ir à escola pode ser absolutamente atraente e excitante. Mesmo tendo que sentar em carteiras duras e desconfortáveis e ouvir, horas e horas, aquele professor que parece conversar sozinho sobre assuntos... a respeito do que mesmo ele falava? Ah, não importa! Pois lá estávamos nós, interessadíssimos em ouvir o que o melhor amigo ou amiga tinha para contar.

Tempo especial aquele! Apimentado pelas histórias criadas a partir dos hormônios da época e pelas provas de múltipla escolha, quando errar era quase impossível. Afinal os amigos fiéis estavam sempre por perto e bastava assinalar a resposta correta ou, se fosse o caso, optar pela alternativa “d”: todas as anteriores!

Viver, comparado à escola, é o macrocosmo, porém com uma diferença: É estar matriculado e freqüentar a escola da qual nunca conseguimos graduar. Por vezes pode ser apaixonante e instigante fazer parte da instituição chamada “Escola da Vida”. No entanto, há épocas em que, mais uma vez, lá vem aquele professor vestindo o antigo e conhecido jaleco branco, fazer chamadas orais de surpresa e valendo nota! O desafio para aprender a matéria pode se tornar tão grande quanto a prova de Cálculo II ou o exame de Anatomia do terceiro ano da faculdade. Lembra? Mas isso não é nada, o pior mesmo é quando ficamos de segunda época ou recuperação. O termo exato para essa etapa escolar pode variar. De fato ele depende da tradição institucional, mas vale reforçar que o significado da palavra é: rever conceitos e ser avaliado mais uma vez!

Ah se pudéssemos passar sempre com louvor! Não seria maravilhoso seguir adiante para o nível avançado sem ter que lidar, novamente, com aquele amor ciumento e controlador? Ou então com aquele medo ou paixão que nas levou ao terapeuta durante anos e anos? Sem contar o sentimento de rejeição e baixa auto-estima que acabou nos rendendo indesejáveis rugas, pouca saúde e dívidas enormes. E a flexibilidade, como vai? Resultou em artrite? São tantos os exemplos do por que precisamos da famosa recuperação!

Mas não se desespere se você estiver de segunda época! Observe e reflita a respeito, pois de acordo com a sabedoria Zen : “A mensagem seguinte que você precisa está exatamente onde você se encontra”.

Um beijo carinhoso e até a próxima news!
Rosanne Martins

PS: Para quem leu a news do mês de agosto, “Ficar rico – Por que alguns conseguem e outros não?”, eu gostaria de agradecer os comentários e dizer que infelizmente não sou "expert" em aplicações financeiras. Mas quem desejar ter mais informações eu fiz um curso na XP Investimentos e gostei muito. Então fica aí a dica para quem se interessou.
Video Graphos Home | Apresentação | Quem sou | Meu trabalho | Livros | Crônicas & Poesias
Auto-cura | Cadastre-se | Atividades e Palestras | Imprensa | Contato | Links

English version
© 2018 Rosanne Martins - Direitos Reservados